oie_transparent (10)

Fique à vontade, sinta-se em casa com a 

Rádio Web Feito Em Casa

A rádio com a programação mais diversificada da web!

oie_transparent (10)
Pensamento positivo

Fiquei muito admirada ao conhecer a história do triatleta Joe Dispenza, da Califórnia, que recuperou as vértebras (após ser atropelado, teve seis vertebras esmagadas) e que precisaria de cirurgia para colocação de hastes para ter equilíbrio, mas nunca mais poderia andar. Ele não aceitou essa condição, não quis fazer a cirurgia, acreditando que “a mesma inteligência que cria o corpo, cura o corpo”. Segundo ele, o primeiro passo foi evitar qualquer pensamento de desistir da vida. Depois, passou a imaginar sua recuperação devagarinho, sem pressa. Passava três horas por dia reconstruindo mentalmente cada vértebra e voltava à estaca zero a cada vez que se desconcentrava. Notou diferença nos movimentos a partir da sexta semana. Com 10 semanas, estava de pé e 2 semanas depois, já voltava aos treinos com bicicleta. Você pode assistir o caso no documentário Heal, o poder da mente, na Netflix.

 

Quando falamos em recurso, não se trata de habilidade. Todos nós temos o recurso para tocar teclado (capacidade de aprendizado, mãos, ouvidos, olhos), mas para muitos de nós falta a habilidade, o talento. Esta pode ser desenvolvida com os recursos, mas não se confunde com eles.

 

Quando falamos de recursos, em relação a esse pressuposto da Programação Neurolinguística - PNL, estamos nos referindo a imagens mentais, vozes interiores, sensações e sentimentos, que são tudo o que usamos para construir nossos pensamentos, nossos sentimentos, encaixando-os em nossa vida, onde quisermos, do jeito que precisarmos.

 

Cada pessoa já tem em si os recursos que precisa para ter sucesso naquilo que deseja, mas às vezes se envolve num estado mental (oprimido, triste, irritado) que impede que esses recursos fiquem disponíveis de imediato. O papel do praticante de PNL é ensinar às pessoas como acessar esses recursos, quando necessário, na hora e no lugar apropriados.

 

É comum nos comportarmos de uma maneira que vai na contramão de algo que desejamos muito, ou por desacreditar em nós mesmos ou por supervalorizar algumas barreiras, nos esquecendo as oportunidades, a vida, estão aí para quem se dispuser a caminhar nessa estrada. Para alguns a vida foi generosa, ofereceu mais possibilidades, e eles puderam aliar seus recursos a contextos favoráveis. Ok. Mas não é porque a estrada é mais espinhosa para uns, que outros não consigam alcançar aquilo que almejam, seja lá o que for.

 

Não se trata de mero querer, mas saber que possui todos os instrumentos para usar o contexto a seu favor ou mudar esse contexto. Já falamos sobre o pressuposto da modelagem: se alguém pode, você também pode, quando discorremos sobre a identificação e adaptação de estratégias para alcançar um objetivo. Isso é possível porque os recursos para isso estão em você e se referem a ter postura mental condizente com o que almeja.

 

Esses recursos dos quais estamos falando, estão todos em nosso inconsciente e, conhecendo-os, podemos redirecioná-los.

 

Muitas vezes, agimos como se não tivéssemos escolha diante de uma situação e isso não é verdade. E a PNL te oferece técnicas para isso, para acessar esses recursos.

 

O que você precisa? Não sabe por onde começar? Vamos usar a modelagem e conhecer a estratégia de alguém que já fez aquilo que você pretende. Ah, mas é muito difícil, não vou conseguir. Ok, você precisa então acessar o recurso da persistência e da confiança. Hummm... Agora o problema é a falta de dinheiro. Certo, vamos então desenvolver uma estratégia para conseguir verba e podermos voltar ao projeto inicial. Mas a concorrência tá acirrada... Vamos modelar a concorrência. Muito trabalhoso tudo isso, estou sem paciência. Opa! Bora trabalhar esse recurso e outros relacionados. Enfim, a cada etapa, em cada projeto, é possível buscar e aprimorar os recursos que você tem para dar aquele passo.

 

O que você deseja é uma cura? Ok! Como está comportando em relação a isso, otimista, pessimista? O otimismo te favorece, se você não consegue pensar positivamente, a PNL vai te ajudar a buscar esse recurso. Sim, você está otimista, mas sente medo ainda assim. Tudo bem, faz parte, é natural. Vamos trabalhar o tamanho desse medo, porque ele pode existir, mas não pode te dominar, nem conduzir suas ações. Seu caso é perdido, não tem saída. Certo, vamos então aprender a lidar com essa realidade, eliminando ou reduzindo o sofrimento que ela causa.

 

Está sentindo alguma dor? Temos recursos para lidar com ela. É um estado emocional ruim? Também podemos lidar melhor com isso.

 

Ah, Adriana, eu já fiz tudo isso e fracassei. Opa! Então, vamos mapear até onde errou, para descobrirmos o que precisa ser alterado.

 

Se você não nasceu para ser professor, pode desenvolver habilidades para isso. Se não nasceu para atuar em vendas, idem. E pode ser tão bom, quanto quem nasceu com esse dom. O talento é na verdade um conjunto de recursos combinados que a pessoa usa, porque já nasceu sabendo usa-los ou porque os desenvolveu no decorrer da vida.

 

O interessante desse pressuposto de que todos nós possuímos todos os recursos de que necessitamos ou podemos cria-los é que ele resolve os problemas daquele povo que se vitimiza, que cria desculpas para tudo, que tem justificativa para um fracasso. Não estou dizendo que você precisa sair de sua zona de conforto para ser o bambambam em alguma coisa, caso não tenha essa necessidade. Se você não tem um sonho e tá de boa, não há o que trabalhar. Estou dizendo que se algo te incomoda, existem em você todos os recursos para acabar com isso. Estou dizendo que se você possui um sonho, existem em você todos os recursos para alcança-lo.

 

Qual é o seu problema ou a sua proposta? A PNL resolve ou cria mecanismos para o que você estiver precisando.

 

********************************************************

Gostou do texto? Deixe seu comentário, é importante para a autora.

 

Adriana Fernandes é autora do texto e apresentadora do Programa NOTICIANDO, que vai ao ar toda sexta-feira, com notícias comentadas, sem reservas, e dicas de Programação Neurolinguística.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Math Captcha
43 + = 47